Esta "promoção", que se deve às três vitórias e um empate nos últimos quatro jogos do Grupo 1 da zona europeia de qualificação, permite a Portugal reforçar a condição de favorito na eliminatória decisiva de apuramento para o torneio na África do Sul.

A recta final da campanha de apuramento começou a 05 de Setembro, com o empate 1-1 na Dinamarca, qualificada directamente para o Mundial2010, seguindo-se, quatro dias depois, o triunfo na Hungria por 1-0.

Portugal fechou este mês o apuramento com duas vitórias robustas em casa, novamente com a Hungria (3-0) e Malta (4-0), que asseguraram em definitivo uma das oito vagas nos "play-off" da zona europeia.

Como já estava definido antes de ser hoje publicado o novo "ranking" da FIFA, Portugal evitará a França (9.ª), Rússia (12.ª) e Grécia (16.ª), integrando um sorteio livre com Ucrânia (22.ª), Irlanda (34.ª), Bósnia (42.ª) e Eslovénia (49.ª).

Isto quer dizer que a selecção orientada por Carlos Queiroz e as outras três equipas cabeças-de-série não garantem, desta forma, a disputa em casa do segundo e decisivo jogo desta eliminatória a duas "mãos", ficando esse factor dependente do "capricho" do sorteio.

Tal como sucede habitualmente nas competições a eliminar, um golo marcado fora vale por dois para as contas totais.

Em caso de igualdade ao fim dos dois jogos, recorre-se ao habitual prolongamento de 30 minutos para encontrar o vencedor. Se o empate persistir, serão as grandes penalidades a definir quem estará na fase final do Mundial do próximo ano, na África do Sul.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.