O treinador português Carlos Queiroz confirmou, esta quinta-feira, a renovação do seu contrato com a seleção iraniana de até ao final do Campeonato do Mundo de futebol de 2018, que vai ser disputado na Rússia.

“Sim, a proposta já estava praticamente acordada desde 03 de julho, faltava a federação concretizar formalmente o que estava acordado e isso verificou-se agora. Em princípio devo viajar na próxima semana para assinar, tendo dado anuência a esse convite”, afirmou Carlos Queiroz, em declarações à agência Lusa.

O chefe do comité económico da Federação Iraniana de Futebol, Abbas Torabian, anunciou hoje que Carlos Queiroz tinha aceitado uma oferta para permanecer no cargo de selecionador do Irão, depois de ter levado a formação asiática ao Mundial2014.

De acordo com o responsável, "Queiroz enviou uma resposta positiva por e-mail ontem à noite [quarta-feira] e vai viajar para o Irão o mais rapidamente possível, para assinar o contrato".

“Acho que se havia questões, as respostas estão dadas com o interesse evidenciado pela federação e pela minha aceitação. Se havia questões, foram dissipadas e ultrapassadas relativamente à confiança que a federação mostra na minha continuidade”, frisou Queiroz.

O técnico luso, de 61 anos, que já foi selecionador de Portugal, África do Sul e Emirados Árabes Unidos, enalteceu a oportunidade de continuar o seu trabalho “pensando, a curto prazo, na Taça da Austrália, que vem já em janeiro de 2015”.

Questionado sobre a similaridade da saída de Paulo Bento do cargo de selecionador português com o ocorrido consigo antes na qualificação para o Euro2012, Queiroz disse não ter “quaisquer comentários a fazer”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.