Roberto Martínez concedeu uma entrevista ao diário espanhol 'Marca', em jeito de balanço dos primeiros tempos no comando técnico da Seleção portuguesa. O treinador espanhol admitiu ter ficado particularmente surpreendido com Cristiano Ronaldo.

"O que mais me surpreendeu no Ronaldo é a fome que tem. Nunca vi um jogador com tantas experiência e com tanta vontade de ser o melhor em todos os treinos. Isso é algo contagiante no nosso balneário. Para um jogador de 18 ou 19 anos que chega ao balneário e vê um jogador como Ronaldo, que quer vencer todos os exercícios, que é o primeiro a chegar, o último a sair... A fome de Ronaldo é a de um futebolista de 18 anos. Surpreendeu-me de uma forma que eu não esperava", referiu.

"É um vencedor nato, muito, muito, muito, muito exigente. Algo que explica o que ele conseguiu, porque tem esses aspetos como futebolista. E depois, ao longo da sua carreira, penso que mudou enquanto jogador de ataque, agora é mais um finalizador. Desde que comecei a trabalhar com ele, é um dos melhores nas jogadas 'box-to-box'. Tem a capacidade de jogar no ar e de finalizar, o que é muito necessário em qualquer equipa. É um jogador que transmite a experiência de ser o único jogador do mundo que tem mais de 200 jogos com a Seleção Nacional. Isso é dizer alguma coisa", acrescentou.

Roberto Martínez considera ainda que o nível de exigência de Ronaldo manteve-se intacto com a mudança para um campeonato menos competitivo como o da Arábia Saudita.

"O seu nível de exigência é o mesmo: ser o capitão, ser aquele que põe a intensidade em cada jogo. Por isso, quando volta à Seleção, está pronto, não tem uma quebra, digamos assim. Outros vão para outras Ligas e o nível que podem dar à seleção cai. Acho que o Cristiano foi para uma Liga com um novo projeto numa altura perfeita, que lhe deu felicidade. Os seus números estão aí, ele é o jogador com mais golos em 2023, à frente de Haaland, Mbappé... jogadores que estão no início das suas carreiras. Isso deve-se ao nível de exigência que impõe a si próprio e foi isso que transmitiu na Seleção Nacional", notou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.