Segundo a organização do encontro, o Governo português está representado pelo ministros da Presidência, Pedro Silva Pereira, da Administração Interna, Rui Pereira, Defesa, Augusto Santos Silva, e Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão.
Também os secretários de Estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias, das Obras Públicas, Paulo Campos, e a da Reabilitação, Idália Moniz, vão apoiar, presencialmente, a selecção lusa, acompanhados pelos anfitriões, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, e o Governador Civil do Distrito de Lisboa, Jorge Andrew.
Politicamente, a Bósnia-Herzegovina será representada pelo primeiro-ministro, Nikola Spiric. De Timor-Leste está presente o ministro da Economia.
Ainda fora do relvado, e além do apoio anunciado do “capitão” da selecção portuguesa, Cristiano Ronaldo, a FPF garante a presença dos “embaixadores” Eusébio, Luís Figo e Fernando Couto, juntamente com o director desportivo do Benfica, Rui Costa.
Oficialmente, 29 emblemas enviaram observadores para este encontro, na sua maioria de Inglaterra (12), de onde vieram representantes de Leicester, Blackburn Rovers, Manchester United, Fullham, Bolton Wanderers, Sunderland, Birmingham, Tottenham Hotspur, Everton, Portsmouth, Arsenal e Reading.
Bayer Leverkusen, Hamburgo, Hoffenheim, Wolfsburgo, Hannover e Friburgo são os clubes alemães presentes, enquanto Valência, Sevilla, Villarreal, Valladolid e Atlético de Madrid são os representantes espanhóis.

Além dos franceses Santi-Etienne, Metz e Olympique Marselha, mais três emblemas alocaram observadores, oficialmente, os escoceses do Celtic, os italianos da Juventus... e os algarvios do Olhanense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.