O selecionador de sub-21, Rui Jorge, disse hoje que acredita «na força e nas qualidades» de Portugal no embate de terça-feira, em Moscovo, com a Rússia, líder do Grupo 6 da qualificação para o Euro2013 da categoria em futebol.

Depois do treino de hoje de adaptação ao relvado do Arena Kmimki, na capital russa, Rui Jorge salientou que a equipa portuguesa «está confiante, com vontade de jogar e de fazer um bom jogo» frente a um adversário que soma dois triunfos (2-0 na Polónia e 6-0 na Moldávia) e que se estreia em casa nesta qualificação para o Europeu de Israel.

«Esse facto é um bom sinal. Também o facto de irmos defrontar a Rússia no seu estádio depois dos resultados nesta fase de apuramento também não nos assusta. Sabemos qual é o valor da equipa adversária, que é extremamente forte, mas também temos a nossa força e as nossas qualidades», afirmou Rui Jorge, citado na página oficial da Federação Portuguesa de Futebol.

Há nove jogos sem conhecer o sabor da derrota, o técnico português recusou que Portugal vá apresentar-se com pressão nesta terça-feira, em jogo da terceira jornada da qualificação.

No entanto, Rui Jorge, que admitiu estar a Rússia a demonstrar ser «uma equipa forte», expressou a opinião de que «Portugal e Polónia também têm uma palavra a dizer» no apuramento.

O responsável pela seleção de sub-21 de Portugal garantiu ainda que o lance de contra-ataque que deu à Polónia o empate 1-1, em Rio Maior, na semana passada, não afetará o coletivo luso.

«Esse foi um lance em que errámos e fomos penalizados com um golo. Todos os erros servem de lição. Tentamos corrigir todos os erros, mesmo quando não somos penalizados. É isso que tentamos fazer sempre», declarou Rui Jorge.

No único treino realizado em solo russo - as sessões de domingo e de hoje de manhã foram canceladas -, Rui Jorge já contou com a totalidade dos 21 convocados, uma vez que Josué e Wilson já estão completamente recuperados de problemas físicos.

Com dois jogos cumpridos nesta fase de qualificação, iniciada a 1 de setembro, Portugal ocupa a terceira posição no Grupo 6, com um total de quatro pontos, tantos quantos a Polónia, segunda classificada.

A formação de Rui Jorge soma uma vitória (1-0, na Moldávia) e um empate (1-1, com a Polónia, jogo em que os portugueses falharam uma grande penalidade e jogaram contra 10 durante 45 minutos).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.