O antigo médio croata Zvonimir Boban foi despedido do cargo de diretor do futebol do AC Milan, apenas nove meses depois de ter regressado ao clube, anunciou hoje o emblema italiano.

Em comunicado publicado no seu site oficial, o AC Milan explicou que rescindiu com efeito imediato o contrato que tinha com Boban e agradeceu o trabalho efetuado pelo dirigente de 51 anos, que estava em San Siro desde junho de 2019.

Como jogador, durante os anos 90, Boban, um dos melhores jogadores da história do futebol croata, representou o AC Milan durante nove temporadas.

“O clube confirma total confiança no técnico Stefano Pioli e na sua equipa técnica e olha com otimismo para a segunda parte da temporada, com a determinação de continuar o caminho de crescimento para voltar ao topo do futebol mundial”, lê-se no mesmo comunicado.

O AC Milan, que conta com o avançado português Rafael Leão, ocupa atualmente o sétimo posto da Serie A.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.