O futebolista argentino Paulo Dybala anunciou hoje a sua saída da Juventus, de Itália, onde se encontra há sete temporadas, numa nota publicada nas suas redes sociais na Internet em que se despede dos adeptos.

"Amanhã [segunda-feira] será o meu último jogo com esta camisola. É difícil imaginar, mas será a despedida. Não será fácil, mas entrarei em campo com um sorriso e cabeça erguida”, disse o avançado, de 28 anos, no Instagram.

Na segunda-feira, contra a Lazio, Paulo Dybala fará a última partida pela Juventus, em jogo da penúltima jornada da Série A, que nada alterará o clube fechar o campeonato na quarta posição e durante a qual se despedirá dos adeptos da ‘vecchia signora’.

"Pensei que ficaríamos juntos por mais anos, mas o destino nos colocou em caminhos diferentes. Nunca esquecerei tudo o que vocês me deram, cada jogo, cada golo”, acrescentou o argentino, que pela Juventus venceu doze títulos e marcou 115 golos.

Paulo Dybala agradeceu o apoio “nos momentos difíceis”, englobando todos os que o acompanharam, desde os adeptos aos colegas, treinadores e funcionários do clube, afirmando que foi “um dos maiores orgulhos” da sua vida vestir a camisola da Juventus.

Dybala começou a sua carreira no Instituto Córdoba, na segunda divisão do futebol argentino, mas logo foi contratado pelo futebol italiano, aos 18 anos, pelo Palermo, onde permaneceu por três temporadas antes de se transferir para a Juventus, em 2015/16.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.