Antonio Cassano, jogador que este verão deu que falar pela 'novela' em torno da saída do Hellas Verona, concedeu ma entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport na qual abordou os valores envolvidos no atual mercado de transferências.

Nesse sentido, Cassano considera que Paulo Dybala, uma das principais referências da Juventus, não tem qualidade suficiente para representar clubes como Real Madrid ou Barcelona.

"Há um campeão absoluto que é Higuaín [também da Juventus]. No pódio meto Insigne e Dzeko. Se Neymar vale 222 milhões e Belotti 100, Luis Suárez custa 500 milhões. Se Dybala vale 100 milhões? Para mim, não pode jogar no Real Madrid, nem no Barcelona", disse Cassano.

O avançado, de 35 anos, que rescindiu com o Hellas Verona duas semanas e meia depois ter sido anunciado como reforço, explicou também o que correu mal no último desafio e adianta que não pensa retirar-se do futebol.

"Não foi amor à primeira vista. Três ou quatro dias depois disse ao Pecchia que queria sair. Sentia-me como um peixe fora de água. Há muitos jovens e não era o ambiente ideal para mim. Não foi por um problema físico. No Hellas Verona senti-me como um estrangeiro, mas não penso em abandonar o futebol", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.