O defesa italiano Giorgio Chiellini, companheiro de Cristiano Ronaldo na Juventus, revelou hoje que o internacional português está "sereno" e "a apanhar banhos de sol", depois de ter testado positivo à covid-19.

"Cristiano está bem, ele está sereno, a apanhar banhos de sol. Quando ele recuperar, voltará", assinalou Chiellini na conferência de imprensa de antevisão do embate entre a Itália e a Holanda, da Liga das Nações, agendado para quarta-feira.

O capitão da Juventus e da seleção transalpina, de 36 anos, sublinhou que era previsível o aumento das infeções de covid-19 na sociedade e no mundo de futebol, considerando que é fundamental "continuar a jogar", cumprindo com as regras definidas pelas autoridades sanitárias.

"Devemos estar preparados, devemos continuar, estou convencido que devemos continuar, com cuidado, mas não podemos parar. Por duas razões, uma é económica e a outra é social", lançou o central italiano.

Chiellini também considerou "difícil" para o futebol criar uma bolha como a Liga norte-americana de basquetebol (NBA) fez para tentar limitar as infeções.

"Uma bolha é difícil, o futebol é diferente. Já temos uma meia bolha, quando há casos positivos no grupo, ficam isolados até que haja dois testes negativos", comentou.

O capitão da seleção portuguesa Cristiano Ronaldo testou positivo à covid-19 e vai falhar o encontro de quarta-feira com a Suécia, da Liga das Nações, revelou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

"Cristiano Ronaldo foi dispensado dos trabalhos da seleção nacional após teste positivo para covid-19, pelo que não defrontará a Suécia. O internacional português está bem, sem sintomas e em isolamento", lê-se numa nota publicada no site oficial do organismo.

Ronaldo é o terceiro jogador de Portugal a estar infetado com o novo coronavírus, depois de José Fonte e Anthony Lopes, com os três futebolistas a terem sido afastados do estágio da seleção nacional.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e um mil mortos e mais de 37,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.110 pessoas dos 89.121 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.