Quatro jogadores do Bolonha surpreenderam hoje os adeptos do clube da Liga italiana de futebol, que vivem sozinhos, de modo a transmitirem proximidade, numa Itália que é o país com mais mortos provocados pela pandemia da covid-19.

"Andrea Poli, Angelo Da Costa, Riccardo Orsolini e Marco Di Vaio ligaram para alguns dos nossos adeptos que moram sozinhos. Uma pequena surpresa para estarmos mais perto neste período difícil", escreveu o emblema transalpino na página oficial na Internet, anexando os vídeos com as chamadas.

A Itália regista, até ao momento, mais de 6.800 mortes e mais de 69.000 infetados pelo novo coronavírus, com o Governo a decretar o encerramento de todas as empresas, exceto farmácias e supermercados, na tentativa de conter a rápida propagação.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 226.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 6.820 mortos em 69.176 casos registados até terça-feira.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, há 43 mortes e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista 633 novos casos em relação a terça-feira. Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.