Com o bis frente ao Cagliari, Cristiano Ronaldo chegou aos 749 golos na carreira. O craque português isolou-se no quarto lugar dos melhores marcadores da história do futebol. Nessas contas entram apenas os golos marcados como sénior, os tentos que fez seleções sub-21 e olímpica (seis) ficam de fora.

Os 749 golos foram marcados no Sporting, Manchester United, Real Madrid, Juventus e Seleção A de Portugal, em 1026 jogos, o que dá uma média de 0,73 golos por jogo.

Aos 35 anos, Cristiano Ronaldo deixou para trás a marca do húngaro Ferenc Puskas e vai agora atrás dos registos de Romário (772), Pelé (767) e Josef Bican, melhor marcador de sempre do futebol mundial com 805 golos em 530 jogos.

Entre os jogadores com mais golos, apenas Messi e Cristiano Ronaldo podem continuar a engrossar a lista. O argentino do Barcelona soma 711. Gerd Muller (681), Jimmy Jones (647), Ferenc Deak (576), Uwe Seeler (575) e Tulio Maravilha (575) completam a lista dos 10 jogadores com mais golos na história do futebol.

Cristiano Ronaldo persegue ainda outro resultado difícil de bater nos próximos anos: ser o melhor marcador de sempre por seleções (está a sete golos do registo de Ali Daei).

Se continuar a jogar e a marcar como tem feito, Cristiano Ronaldo poderá chegar aos 805 golos de Josef Bican.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.