Dani Alves confirmou o adeus à Juventus numa emotiva carta publicada nas redes sociais, onde se dirigiu aos adeptos e antigos companheiros do emblema de Turim. O texto foi escrito poucos dias depois de outra publicação do brasileiro, uma fotografia das botas da final da Champions de 2015, em que o Barça bateu a Juventus.

"Peço perdão aos adeptos se, em algum momento, pensaram eu disse algo que os ofendesse. Nunca tive essa intenção. Apenas vivo as coisas de forma espontânea, algo que poucos entendem. Ainda que pareça, não sou perfeito. Mas o meu coração é puro", escreveu Dani Alves.

No mesmo texto, o defesa dirige-se a Giuseppe Marotta, diretor geral da Juventus, com um discurso irónico.

"Hoje finaliza a nossa relação profissional e levarei comigo todos os que fazem com verdade e coração a Juve um grande clube. Como sabem, digo sempre o que penso e o que sinto…e sinto que tenho de dizer obrigado ao senhor Marota pela oportunidade que lhe dei de ter um grande profissional e alguém que ama a sua profissão como poucos…não jogo futebol por dinheiro, jogo futebol porque amo esta profissão e respeito os que fazem parte dela. Vou deixar que aproveites o que trabalhei para que tenhas muitos anos de férias. Amo o futebol e o dinheiro jamais me vai prender a algum lado. Muito obrigado", acrescentou o brasileiro.

Dani Alves, recorde-se, está agora a ser pretendido pelo Manchester City de Pepe Guardiola.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.