O empate da AS Roma frente ao Cagliari, da 7.ª jornada da Serie A, promete faze 'correr muita tinta' em Itália. Os romanos marcaram um golo, por intermédio de Dzeko aos 95 minutos mas o árbitro Davide Massa anulou o tento, por suposta falta de Nikola Kalinic. A decisão do árbitro irritou, e de que maneira, o treinador Paulo Fonseca, que acabou por ser expulso, devido aos protestos.

Em declarações à 'Sky Sports', Gianluca Petrachi, diretor desportivo da AS Roma mostrou-se bastante agastado com a decisão do juiz do encontro.

"Não enlouquecemos! Agora ninguém olha para o VAR? Estamos num jogo de futebol, não no teatro. É impensável anular um golo destes. O futebol é um jogo de homens, em Inglaterra seria um absurdo anular este golo. Estamos a falar de um erro técnico do árbitro, por isso o jogo foi adulterado. Merecíamos ganhar com um golo limpo aos 90+5", destacou Gianluca Petrachi à 'Sky Sport'.

Esta foi a terceira igualdade da AS Roma na Liga Italiana. Uma grande penalidade do brasileiro João Pedro, aos 26 minutos, adiantou os forasteiros, que seguem em sétimo lugar, com 11 pontos, antes de um autogolo de Cepitelli, cinco minutos mais tarde, dar o empate aos romanos, quintos colocados, com 12.

Num jogo que teve, depois do golo do Cagliari, sentido único – como comprova 67% de posse de bola -, com a equipa do técnico luso a tentar dar a volta ao resultado, a falta de eficácia dos anfitriões ditou o empate.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.