O avançado bósnio Edin Dzeko deixou de ser o capitão dos italianos da Roma, devido a uma altercação com o treinador português Paulo Fonseca, anunciou hoje o diretor para o futebol dos ‘giallorossi’, o compatriota Tiago Pinto.

“Um clube deve seguir os valores da disciplina. Neste momento, o Edin [Dzeko] já não é o capitão de equipa. Para o futuro, trabalharemos no interesse da Roma e, com certeza, que o Edin será o primeiro a trabalhar neste sentido", justificou Tiago Pinto, em conferência de imprensa.

Dzeko treinou afastado do grupo nas últimas duas semanas, após o desentendimento com o técnico luso, na sequência da eliminação da Taça da Itália, frente ao Spezia, em 19 de janeiro, porém, já voltou a integrar os trabalhos com o plantel e poderá ser opção para o duelo com a campeã Juventus, no sábado, num jogo da 21.ª ronda do campeonato.

A cumprir a sexta temporada na atual terceira colocada da 'Serie A', o ponta de lança, de 34 anos, que leva oito golos apontados em 20 jogos oficiais em 2020/21, falhou os últimos dois encontros dos romanos, em que a Roma venceu o Spezia (4-3) e o Hellas Verona (3-1), ambos para a Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.