A Lazio empatou hoje com o Torino (1-1), graças a um golo do avançado Ciro Immobile, apontado no período de descontos da partida da 33.ª jornada da Liga italiana de futebol.

No Olímpico de Roma, quando a derrota parecia ser o mais certo, o médio Milinkovic-Savic colocou a bola na cabeça do jogador transalpino, que deu o melhor seguimento, aos 90+2 minutos, em resposta ao tento dos visitantes, anotado por Pietro Pellegri, aos 56.

A Lazio, que podia ultrapassar, provisoriamente, a rival Roma (quinta, com 57 pontos), e aproximar-se da Juventus (quarta, com 63), que hoje cedeu igualmente um empate, na receção ao Bolonha (1-1), tem 56, os mesmos da Fiorentina (sétima). O Torino é 11.º, com 40.

A Serie A é liderada pelo AC Milan (71 pontos), à frente ao rival Inter, segundo, com 69, e Nápoles, que fecha o pódio, com 66.

Na Allianz Arena, em Turim, o final entre Juventus e Bolonha foi de grande incerteza e com alguma polémica, depois de um primeiro tempo sem golos, que só chegaram após o descanso, quando o ponta de lança austríaco Marko Arnautovic deu o melhor seguimento a um passe de Roberto Soriano, aos 52 minutos.

A resposta da ‘Juve’ surgiu só aos 90+4 minutos, por Dusan Vlahovic, já depois de instalada a discussão. O árbitro do encontro, com recurso ao VAR, assinalou um livre direto a favor da Juventus, mas expulsou Adama Soumaoro, que terá cometido falta sobre Morata, quando este seguia isolado para a baliza, com o chileno Gary Medel a receber também ordem de expulsão, por protestos.

A Fiorentina bateu por 1-0 o aflito Veneza (18.º), que teve o luso Nani no banco de suplentes, no Estádio Artemio Franchi, onde o uruguaio Lucas Torreira, aos 30 minutos, apontou o tento da equipa ‘viola’.

No primeiro jogo do dia, o Cagliari (17.º, com 28 pontos) conseguiu um novo fôlego na fuga à despromoção, ao receber e vencer e Sassuolo (9.º, com 46) por 1-0, fruto do remate certeiro do médio Alessandro Deiola, aos 42 minutos.

Em Udine, sem o português Beto, lesionado, os anfitriões não se ressentiram da ausência do avançado e golearam o Empoli (4-1), com um autogolo de Ismajli (06) e outros três tentos de Deulofeu (52), Pussetto (79) e Samardzic (87). Para os visitantes, marcou Pinamonti (70).

A terceira vitória seguida permitiu à Udinese subir ao 11.º posto, com 39 pontos, enquanto o Empoli, sem vencer há 16 jogos, segue no 14.º, com 34.

Já lanterna-vermelha Salernitana contrariou as previsões e foi a Génova bater a Sampdori, por 2-1, com a vantagem a ser construída dentro dos primeiros seis minutos do jogo, face aos golos de Federico Fazio (04) e Ederson Lourenço (06).

Doze jogos depois, o emblema promovido esta temporada à Serie A voltou a vencer, passando a contabilizar 19 pontos, menos três do que os outros aflitos Génova e Veneza. A ‘samp’, que não fez melhor do que reduzir por Francesco Caputo (32), é 16.º, com 29.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.