Reforço de inverno do AC Milan, Zlatan Ibrahimovic tem os dias contados nos 'rossoneri'. A informação é avançada, esta quarta-feira, pelo jornal italiano 'Gazzetta dello Sport', que revela divergências entre Ibra e a atual direção do clube milanês, as quais se terão agravado nas últimas semanas no clube.

Numa entrevista ao jornal sueco 'Svenska Dagbladet', Ibrahimovic garante que ainda não sabe qual vai ser o seu destino no final da temporada.

"Vamos ver. Nem eu sei o que quero fazer agora, acontece algo novo todos os dias. Devemos viver e desfrutar da vida e não preocuparmo-nos demasiado. Se a minha família está bem, também estou bem", começa por dizer o avançado sueco de 38 anos.

O avançado sueco, de 38 anos, assinou em janeiro um contrato válido até ao final da presente temporada, com as duas partes a ficarem com a opção de prolongar o vínculo por mais uma temporada. Mas, ao que parece, tal não irá acontecer.

O atacante não gostou da saída de Zvonimir Boban, antigo responsável pelo futebol do AC Milan, e não estará agradado com possibilidade de Paolo Maldini, diretor da área desportiva, abandonar também o clube nos próximos tempos.

Assim, de acordo com a 'Gazzetta dello Sport', Ibra estará decidido a deixar Milão assim que terminar a temporada, sendo uma incógnita se continuará, ou não a carreira noutro clube

'Ibra' voltou à Europa para vestir de novo a camisola do Milan depois de dois anos a atuar nos LA Galaxy, nos Estados Unidos da América, e neste regresso aos 'rossoneri', até à interrupção forçada das competições futebolísticas em Itália em virtude do surto de COVID-19, tinha quatro golos em dez jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.