A Juventus anunciou nesta sexta-feira uma perda de 39 milhões de euros no último ano, mais que o dobro do prejuízo do balanço anterior, com os custos da transferência de Cristiano Ronaldo como principal peso nas contas do clube de Turim.

Durante a temporada 2017-2018, a Juventus tinha anunciado um prejuízo de 19,2 milhões de euros. Nos três anos anteriores, as contas do clube tinham ficado no verde, inclusive registando um lucro de 42 milhões de euros em 2016-2017.

Cristiano Ronaldo transferiu-se em junho de 2018 para a Juventus, que pagou 100 milhões de euros ao Real Madrid pelo jogador. O português também recebe um salário anual estimado de 31 milhões de euros.

Os dirigentes italianos alertaram que a transferência pesaria nas contas do clube num primeiro momento, até que o "efeito Ronaldo" se traduzisse num aumento de receita.

De facto, as receitas da Juventus cresceram, mas ainda são insuficientes em relação às despesas. A Juventus anunciou nesta sexta-feira uma receita de 621,5 milhões de euros, um aumento de 23% em relação ao período anterior.

O clube também anunciou um aumento de capital podendo chegar aos 300 milhões de euros até 2020.

Este valor servirá para colocar em prática um plano de desenvolvimento para o período 2019-2024 que prevê "a manutenção da competitividade desportiva" e "o aumento das receitas operacionais e da visibilidade da marca Juventus nos mercados internacionais".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.