Depois da derrota com o Bari (para a Série A) e da goleada frente ao Bayern Munique (para a Liga dos Campeões), a equipa de Turim voltou a falhar e perdeu a possibilidade de subir, ainda que provisoriamente, ao segundo lugar da Liga.

As coisas começaram mal para a "Juve", que se viu a perder a partir dos 23 minutos, com Jorge Martinez a converter uma grande penalidade a castigar uma falta do médio português Tiago.

No lance da grande penalidade, o jogador uruguaio foi obrigado a repetir a marcação, mas, tal como da primeira vez, foi certeiro e colocou o Catania com uma vantagem de 1-0.

A Juventus tentou virar o resultado e só na segunda parte chegou à igualdade (1-1) com um golo do bósnio Salihamidzic, que, na resposta a uma assistência do brasileiro Diego, se adiantou à defesa do Catania - à espera de um fora-de-jogo inexistente - e marcou.

O português Tiago foi substituído logo de seguida - com a entrada de Giovinco (67 minutos) -, mas seria o Catania a marcar já muito perto do final, com golo de Izco aos 87 minutos, e numa fase de jogo em que a Juve já colocara Del Piero em campo.

Durante a tarde alguns jogos (Bolonha-Atalanta, Génova-Bari, Cagliari-Udinese) foram adiados devido ao mau tempo - com queda de neve -, depois da Fiorentina-AC Milan também ter sido adiado no sábado à noite.

Mais tarde entra em acção o líder do campeonato, o Inter de Milão de José Mourinho, que recebe a Lázio.

O Inter poderá distanciar-se ainda mais na liderança, onde conta com 36 pontos, mais cinco do que AC Milan, e mais seis do que a Juventus, com a equipa de Turim a ter mais um jogo disputado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.