A Juventus foi hoje a Monza vencer por 2-1, a abrir a 14.ª jornada da Liga italiana de futebol, e subiu provisoriamente à liderança, ficando a aguardar pelo desfecho do grande jogo de domingo, entre Nápoles e Inter.

Um golo do internacional francês Adrien Rabiot, aos 12 minutos, de cabeça, na área, na sequência de um pontapé de canto batido pelo médio Hans Caviglia, abriu o caminho para a vitória da ‘vecchia signora’.

Um minuto antes do golo de Rabiot, o internacional sérvio Dusan Vlahovic tinha desperdiçado uma grande penalidade, por mão na bola na área do lateral grego do Monza Georgios Kyriakopoulos, ao permitir a defesa do guarda-redes Michele Di Gregorio.

Do que ninguém esperava era pelo final frenético de jogo, com o Monza a chegar ao empate aos 90+1 minutos, por Valentin Carboni, com um remate bem colocado à entrada da área, e a Juventus a passar de novo para a dianteira do marcador aos 90+4, por Federico Gatti, após assistência de Rabiot.

Pelo Monza jogaram dois portugueses, o lateral Pedro Pereira e o avançado Danny Mota, ambos lançados em campo a seguir ao intervalo, a renderem o grego Georgios Kyriakopoulos e o médio José Machin, da Guiné Equatorial.

A Juventus ascendeu, assim, provisoriamente à liderança da Serie A, isolada, com 33 pontos, mas com mais um jogo do que os seus mais diretos perseguidores, seguida do Inter (32), do AC Milan (26) e do Nápoles (24), enquanto o Monza é 10.º colocado, com 18.

Todavia, a equipa de Turim pode ser ultrapassada na liderança pelo Inter, adversário do Benfica no Grupo D da Liga dos Campeões, que se desloca ao Estádio Diego Armando Maradona no domingo para defrontar o Nápoles, no jogo de maior cartaz da jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.