A Liga italiana de futebol aceitou uma oferta de 1,7 mil milhões de euros por parte de um fundo de investimento, que ficará responsável pela promoção e negociação dos direitos televisivos da competição, anunciou hoje o organismo.

"Ainda há muito a fazer e certificar, mas aceitámos a oferta. Fizemos algo único, em tempos dramáticos", disse hoje o presidente da Liga, Paolo dal Pino, referindo-se ao impacto da pandemia de covid-19 em Itália, após o voto unânime dos 20 clubes que compõem a Série A.

O consórcio inclui a FSI, a CVC Capital Partners e a Advent International, que passará a controlar 10% de uma nova empresa de media do campeonato, passando a ter como missão a melhoria dos contratos de direitos televisivos para as próximas três temporadas, bem como a divisão dos fundos entre os clubes que disputam a competição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.