A Roma anunciou esta terça-feira ter chegado a acordo com José Mourinho para assumir o comando técnico do clube a partir de 2021/22.

Num comunicado divulgado no site, os 'giallorossi' informam que o técnico português assinou contrato até 2024, sucedendo assim a Paulo Fonseca.

Mourinho, que recentemente abandonou o comando técnico dos ingleses do Tottenham, regressa assim a Itália, onde treinou o Inter de Milão entre 2008 e 2010 e no qual conquistou a sua segunda Liga dos Campeões (2010), depois de ter conquistado a prova em 2004 pelo FC Porto.

Recorde-se que a Roma já havia confirmado a saída de Paulo Fonseca no final da temporada.

"Em nome de todos na AS Roma, gostaríamos de agradecer ao Paulo pelo seu trabalho árduo e liderança nos últimos dois anos", assinalou o presidente dos romanos, Dan Friedkin, desejando ao português o melhor para o futuro, numa altura em que a equipa atravessa a sua pior série de resultados.

O anúncio da saída de Paulo Fonseca no final da temporada acontece após a pior fase da equipa, que, nos últimos seis jogos, perdeu quatro e empatou dois, um dos quais a ditar praticamente a eliminação nas meias-finais da Liga Europa.

No jogo da primeira mão, em Old Trafford, a equipa perdeu por 6-2, estando o segundo jogo agendado para quinta-feira, no Estádio Olímpico de Roma.

Na Série A, os romanos não vencem há quatro jornadas, com um empate e três derrotas, a última das quais no domingo em casa da Sampdoria (2-0), num cenário que deixou a equipa praticamente a lutar só pela vaga na futura Liga Conferência Europa (LCE).

A quatro jornadas do final do campeonato, a Roma é sétima classificada, a nove pontos da rival Lazio, no sexto e último lugar de acesso à Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.