Nápoles e Roma venceram hoje os seus jogos da penúltima jornada da liga italiana de futebol, ambos com goleada, adiando por mais um dia, pelo menos, a conquista do título por parte da Juventus.

Em Verona, contra o Chievo, os romanos ganharam por 5-3, após o que o Nápoles respondeu com claros 4-1 sobre a Fiorentina, de Paulo Sousa.

No domingo, a Juventus recebe o Crotone, antepenúltimo da prova e ainda com esperanças de permanência na 'Serie A'. Se a 'Juve' ganhar, sagra-se desde já campeã, mas, se perder pontos, tudo fica adiado para a última ronda.

A Juventus comanda com 85 pontos e menos um jogo, sendo seguida por Roma, com 84, e Nápoles, com 83. A Lazio é distante quarta, com 70 pontos.

No estádio Marc'Antonio Bentegodi, em Verona, a equipa da casa adiantou-se por duas vezes na primeira parte, o que não chegou para travar os 'lobos', que protagonizaram mais uma bela exibição de futebol ofensivo.

O argentino Lucas Castro (15) e Inglese (37) fizeram os golos do Chievo, ao que a Roma respondeu com dois bis, de El Sharawy (28 e 58) e Mohammed Salah (42 e 76) e ainda um tento para a contabilidade do goleador máximo do campeonato, Dzeko (83).

Quando Inglese amenizou um pouco a derrota, com o 3-5 aos 89 minutos, já nada havia a fazer para impedir a vitória da Roma, que assim continua em lugar de acesso direto à Liga dos Campeões.

A equipa mais concretizadora em Itália é o Nápoles, que acaba de chegar aos 90 golos, com o 4-1 à equipa de Florença, onde Paulo Sousa acaba segunda época.

Koulibaly (08), Insigne (36) e Mertens (57 e 64) fizeram os golos da equipa da casa e pela Fiorentina marcou em San Paolo o esloveno Iličić (68).

A Fiorentina, com uma época abaixo das expetativas que criou, mantém o sétimo posto na geral, sem hipóteses de chegar à Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.