A casa do presidente do Bari foi alvo esta madrugada de uma bomba artesanal, alegadamente deflagrada por adeptos descontentes com a campanha da equipa na Série A, onde é última classificada.

Vincenzo Matarrese estava em casa quando o incidente aconteceu após a passagem de um grupo de adeptos.

«A noite passada, 30 minutos depois da uma da manhã, um grupo de homens embriagados começou a entoar cânticos contra mim, em frente à entrada da minha casa, e sem que nada o fizesse prever detonaram uma bomba artesanal. Uma atitude que considero deplorável, não merecíamos», afirmou o líder do Bari.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.