Roma e AC Milan venceram hoje os seus jogos da 32.ª jornada da Série A italiana de futebol, mantendo assim acesa a luta pelo quarto lugar do campeonato, o último que qualifica para a Liga dos Campeões.

Mais cedo, a quase campeã Juventus perdera a sua partida, evidente reflexo de ter alinhado só com dois titulares e a pensar na 'Champions'. Mesmo com esta derrota, tem confortável avanço de 20 pontos sobre o Nápoles (84 para 64).

O terceiro posto tende para o Inter (57), aparecendo logo de seguida AC Milan (55) e Roma (54). Atalanta (52) e mesmo Torino e Lazio (49) ainda têm uma palavra a dizer nessa 'corrida' para a principal competição europeia de clubes.

No Olímpico de Roma, a Udinese perdeu por 1-0, com o único golo da partida rubricado pelo bósnio Dzeko, a passe de El Shaarawy, já com 67 minutos de um jogo em que os 'lobos' tiveram mais problemas do que o esperado.

Também não foi fácil o triunfo do AC Milan, 1-0 igualmente, só que aqui frente a uma aguerrida Lazio, com interesse direto nos lugares do topo da tabela.

O único golo chegou a 11 minutos do final e foi marcado, de grande penalidade, pelo costa-marfinense Franck Kessié.

Quanto à Juventus de "serviços mínimos", vinha de um empate em Amesterdão com o Ajax (1-1) nos quartos de final da Liga dos Campeões e entrou em Ferrara a saber que lhe bastava um empate para comemorar o oitavo ‘scudetto’ consecutivo.

Sem nove dos 11 titulares na Holanda, entre eles Cristiano Ronaldo, e mantendo na equipa apenas João Cancelo e Bentancur, a heptacampeã italiana esteve sempre à mercê da SPAL, apesar de até ter marcado primeiro.

O jovem Moise Kean adiantou a equipa de Turim aos 30 minutos, a desviar um remate de João Cancelo, mas a SPAL foi sempre mais perigosa e dominante e tirou proveito disso na segunda metade de jogo.

Bonifazi empatou de cabeça aos 49 minutos, na sequência de um pontapé de canto, e Floccari fez aos 74 minutos o que quis do central Gozzi Iweru, que aos 17 anos se estreou pela equipa principal da ‘Juve’, para fazer o 2-1.

A derrota, a segunda na Série A deixa a equipa de Massimiliano Allegri à espera do resultado do Nápoles e ainda poderá comemorar o título no domingo, fora do relvado, caso os napolitanos não vencerem na visita ao Chievo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.