O médio ganês do Pescara Sulley Muntari abandonou o campo antes do final da partida contra o Cagliari, da 34.ᵃ jornada da liga italiana de futebol, em protesto por cânticos de teor racista entoados das bancadas.

Após solicitar, sem sucesso, à equipa de arbitragem a interrupção da partida aos 90 minutos, Muntari tomou a iniciativa de abandonar o relvado, deixando o Pescara com menos um jogador.

“Muntari ouviu insultos racistas e solicitou que alguém interviesse. Penso que ele teve razão e fez bem em abandonar o terreno de jogo”, declarou Zdenek Zeman, treinador do Pescara no final da partida.

Em 2010, a partida entre o Cagliari e o Inter Milão foi também interrompida durante alguns minutos no estádio Sant´Elia, após cânticos racistas dirigidos ao camaronês Samuel Eto´o.

O Pescara perdeu a partida de hoje por 1-0, vendo-se assim matematicamente relegado à segunda divisão do campeonato italiano.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.