Thiago Motta, ex-jogador do Barcelona e do Atlético de Madrid entre outros, foi anunciado esta terça como novo treinador do Genoa, atualmente na 19.ª posição da Serie A italiana. O ítalo-brasileiro também jogou no PSG entre 2012 e 2018.

Depois de pendurar as chuteiras assumiu o comando da equipa Sub-19 do PSG, na sua primeira e até agora única experiência como técnico.

Mas, em conflito com o diretor desportivo de então, Antero Henrique, o antigo médio abandonou o seu cargo depois de apenas uma temporada e deixou o clube parisiense em julho de 2019.

No Gênova, Motta vai iniciar a sua carreira como técnico de alto nível numa equipa que está mergulhada numa grave crise, com apenas uma vitória em oito partidas esta temporada.

Este decepcionante início de temporada custou o cargo de Aurelio Andreazzoli, que assumiu a equipa no último verão.

Thiago Motta já comandou a sua primeira sessão de treino esta terça e será apresentado oficialmente em conferência de imprensa esta quarta-feira.

Nascido no Brasil, Motta começou a sua carreira no futebol europeu em Espanha, no Barcelona, e depois no Atlético Madrid. Depois assinou com o Génova, na temporada 2008-2009. Na temporada seguinte mudou-se para com o Inter Milão, antes de chegar a Paris.

Naturalizado italiano, vestiu a camisa da 'Azzurra' em 30 ocasiões.

Motta vai estrear-se no sábado contra o Brescia do atacante Mario Balotelli. Com pouco tempo para implementar o seu estilo, na quarta-feira da próxima semana já tem uma missão difícil: vai enfrentar a toda-poderosa Juventus, de Cristiano Ronaldo, fora de casa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.