O Estádio Nacional de Futebol de Windsor Park, em Belfast, acolhe na noite desta quarta-feira 46ª edição da Supertaça Europeia, num jogo que marca a atribuição do primeiro troféu europeu da temporada e que coloca, como é hábito, frente a frente os vencedores das duas mais importantes competições europeias de clubes na época trnasata.

Desta feita, de um lado, e já com um palmarés de sete títulos europeus, seis campeonatos de Inglaterra e oito edições da Taça de Inglaterra, estará o atual campeão europeu, Chelsea. Do outro, um Villarreal que no seu palmarés conta, apenas, com um título de campeão da terceira divisão espanhola, conquistado em 1970, e com a Liga Europa que ergueu na temporada passada, para além de ter vencido por duas vezes a Taça Intertoto.

Romelu Lukaku prestes a voltar ao Chelsea: os números assombrosos de um negócio milionário
Romelu Lukaku prestes a voltar ao Chelsea: os números assombrosos de um negócio milionário
Ver artigo

Esta é a quinta presença do Chelsea na Supertaça Europeia. Só cinco equipas têm mais presenças na prova: Barcelona (nove), AC Milan e Real Madrid (sete) e Liverpool e Sevilha (seis). Já para o Villarreal, esta é, naturalmente, a sua primeira presença na Supertaça Europeia, tornado-se no 38º clube a participar na prova e no primeiro estreante desde Atlético de Madrid e Inter de Milão, em 2010.

Chelsea e Villarreal nunca se defrontaram nas competições europeias, pelo que este será o primeiro encontro oficial entre os dois clubes. O Villarreal será o nono clube espanhol a defrontar o Chelsea nas provas europeias de clubes; o Chelsea será o sétimo adversário inglês do Villarreal nas competições de clubes da UEFA.

O registo global do Chelsea contra clubes espanhóis é de 19 vitórias, 17 empates e dez derrotas. O registo do Villarreal contra equipas inglesas é de cinco vitórias, oito empates e cinco derrotas.

Recorde-se que, para marcar presença neste jogo, o Chelsea derrotou o Manchester City por 1-0 numa final 100 por cento inglesa da Liga dos Campeões, jogada no Porto, no Estádio do Dragão, a 29 de Maio. Kai Havertz marcou o único golo da partida, ainda na primeira parte. Quanto ao Villarreal, derrotou na final da Liga Europa, na Polónia, o Manchester United por 11-10 no desempate por penáltis depois de um empate 1-1 ao fim de 120 minutos. O conjunto do 'submarino amarelo' converteu todos os seus 11 penáltis, o último do quais cobrado pelo guarda-redes Gerónimo Rulli, que logo a seguir defendeu o penálti de David de Gea para segurar a vitória.

Equipas prováveis

Chelsea: Mendy; Zouma, Thiago Silva, Rüdiger; James, Kanté, Kovačić, Alonso; Havertz, Ziyech; Werner

Villarreal: Asenjo; Foyth, Albiol, Pau Torres, Pedraza; Capoue, Manu Trigueros, Manu Morlanes, Alberto Moreno; Gerard, Dia

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.