O Arouca teceu fortes críticas a arbitragem de Fábio Veríssimo na derrota diante do Sporting, nas meias-finais da Taça da Liga. O treinador Armando Evangelista, disse, na entrevista rápida à Sport TV, que não entende o protocolo do VAR, Alan Ruiz criticou a arbitragem.

Armando Evangelista

Amargo de boca por não ir pelo menos aos penáltis? "É óbvio que sim, gostei. O Arouca, depois de 97 minutos, provou o porquê de estar nesta final four. Por tudo aquilo que fez. É óbvio que o Arouca não teve domínio, mas foi um Arouca que teve uma postura digna, que soube sofrer, chegar e incomodar o adversário. Por isso acho que o que o Arouca fez dignificou o que é a Taça da Liga. Acabámos por sair nesta fase, mas com uma exibição e prestação que não só dignifica a Taça da Liga como o futebol português."

Golo anulado ao Arouca: "Essa jogada, pois… confesso que não entendi, ainda. Não entendo o protocolo. Peço, por favor, que me expliquem o protocolo! Sei é que de um lance em que há uma falta a nosso favor, e em que nos é dada a lei da vantagem, fazemos um golo… e consegue arranjar-se uma falta contra nós e sofremos um golo?! É, no mínimo, caricato! Peço que me expliquem o protocolo para um caso destes: provavelmente sou eu que estou mal informado."

Caminhada do Arouca: "Tenho orgulho nesta equipa, claro. Quem tem a capacidade de jogar contra o Sporting, por muito que queiram colocar o Sporting numa má fase, é uma equipa recheada de valores individuais fantásticos, com um treinador que foi campeão nacional. E nós tivemos a capacidade de disputar o jogo, fazer golos, ter bola, circular e criar incerteza no resultado até final. Tenho de ter orgulho pelo que fizeram hoje e nesta caminhada".

Alan Ruiz

Custa perder assim? "Custou-nos muito, sabemos que o Sporting é uma equipa muito forte, só que a verdade é que na primeira parte houve um erro do árbitro, mas contra isso não podemos fazer nada. Se o árbitro tem a possibilidade de ir ao VAR, tem que ver que antes foi falta, se não o nosso jogador não ia ao chão. É algo que deveriam ver e analisar, porque enganam-se sempre contra nós e não contra as equipas grandes."

Reação do Arouca na 2.ª parte: "Estamos orgulhosos do jogo que fizemos e do campeonato que estamos a fazer, jogámos de igual para igual contra uma grande equipa, por isso agora é pensar no campeonato, onde estamos a fazer uma campanha muito boa."

Especial defrontar o Sporting, a sua antiga equipa? "Não. Foi mais um jogo, foi lindo jogar este jogo, mas foi só mais um."

O Sporting garantiu hoje a sétima presença na final da Taça da Liga de futebol depois de vencer o Arouca por 2-1, em jogo das ‘meias’, com dois golos de Paulinho, defendendo o troféu conquistado nas duas últimas temporadas.

Em Leiria, no duelo entre duas equipas da I Liga, o Sporting adiantou-se no marcador com um golo do avançado Paulinho, aos 45+7, mas o Arouca chegou ao empate aos 58, por intermédio do palestiniano Oday Dabbagh, com Paulinho a bisar na partida aos 82 e a garantir o triunfo dos ‘leões’.

O Sporting já venceu a Taça da Liga por quatro vezes, em 2017/18, 2018/19, 2020/21 e 2021/2022, e vai marcar presença na final pela sétima vez, enfrentando no jogo decisivo o vencedor da partida entre o campeão nacional FC Porto e o Académico de Viseu, da II Liga, que se disputa na quarta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.