O treinador do Sporting, Rúben Amorim, fez esta segunda-feira a antevisão do encontro de terça-feira com o Mafra, a contar para os quartos-de-final da Taça da Liga, esta temporada com novo formado. O técnico leonino deixou elogios ao adversário, mas fez questão de frisar que este é um troféu que a turma de Alvalade quer conquistar.

"Vai ser um jogo complicado, porque eles vêm mostrar-se e não têm responsabilidade, o que retira muita pressão sobre os jogadores. Hoje em dia, todos os clubes têm jogadores com formação em clubes grandes e o CD Mafra não é excepção. É uma equipa que não parece de segunda divisão. Digo isto porque é um conjunto que gosta de jogar, ter muita posse e vai jogar o jogo pelo jogo", começou por alertar Rúben Amorim.

Ainda assim, naturalmente, o objetivo do Sporting será só um: ganhar. "A nossa forma de olhar para as coisas é jogo a jogo, mas as taças são realmente assim, eliminando uma equipa a cada jogo, e nesse aspecto somos claros: queremos conquistar a Taça de Portugal, queremos conquistar a Taça da Liga e no campeonato vamos jogo a jogo, sabendo que vamos ter altos e baixos ao longo da época, fruto da juventude da equipa e da sua forma de estar, que vive muito da intensidade. Por isso, temos de preparar o grupo todo para que estejam prontos para o que aí vem".

Rúben Amorim falou ainda das boas indicações deixadas por alguns jogadores no encontro de sexta-feira, com o Paços de Ferreira, para a Taa de Portugal. "Estou bastante entusiasmado porque a equipa responde bem. Esta sequência de jogos obriga-nos a mexer na equipa, o que é bom para o grupo e temos de arranjar oportunidades para ver outros jogadores. Estou entusiasmado para ver jogar o Tabata, o Tiago Tomás, o Daniel Bragança, o Matheus Nunes e outros jogadores que não têm tido tantas oportunidades. Poderão tê-las na sequência de jogos deste mês e, portanto, quero que estejam preparados porque no Sporting não interessa quem joga: é sempre obrigatório lutar pela vitória e é isso que vamos fazer", garantiu.

Uma vitória foi o que o Sporting não conseguiu em Famalicão, no último jogo para a I Liga. "Mais do que os resultados, as exibições foram muito bem conseguidas e melhorámos em muitos aspectos, como no controlo do jogo e na forma como empurrámos as equipas para trás. Perdemos pontos em Famalicão, não devia ter acontecido, porque tivemos várias oportunidades para vencer o jogo. Frente ao FC Paços de Ferreira fizemos uma grande exibição, fomos muito mais eficazes e agora temos mais um jogo a decidir. Queremos vencer, sabendo que este decide a continuidade na prova e nós queremos seguir para a final four", terminou Rúben Amorim.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.