O treinador do Estoril Praia, Bruno Pinheiro, rejeitou hoje a ideia de ‘poupanças’ no Sporting de Braga para o jogo da Taça da Liga de futebol, antecipando que os minhotos vão entrar em campo com o melhor ‘onze’.

“Acho que o [Sporting de] Braga vai entrar com a ‘carne toda no assador’”, atirou Bruno Pinheiro, em conferência de imprensa realizada no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, na qual assumiu que não houve muito tempo para preparar a partida dos quartos de final da prova, mas expressou confiança no plantel: “Os jogadores cada vez mais compreendem o jogo e cada vez são mais competentes, a tarefa para um treinador acaba por ficar facilitada”.

Descartando a definição das probabilidades de passagem do Estoril à ‘final four’ da competição, o treinador estorilista defendeu que “a equipa que melhor interpretar o jogo e for mais capaz de aplicar o que ele pede, será a que terá mais probabilidades de ganhar” no Estádio Municipal de Braga.

“Trabalhamos muito com o plantel em entender o jogo e quando somos capazes de o compreender e de aplicar os detalhes que o jogo pede, as probabilidades aumentam. Acredito que, na teoria, estejamos muito longe de ser favoritos, na prática espero que se consiga equilibrar”, reforçou.

Com a equipa na liderança da II Liga e nos oitavos de final da Taça de Portugal, depois de afastar o primodivisionário Boavista na ronda anterior, Bruno Pinheiro evitou desvalorizar a Taça da Liga neste contexto, embora tenha deixado bem claro qual a prioridade do clube para a presente temporada.

“A prioridade será sempre a II Liga. No entanto, estas provas acabam por trazer o real valor que a equipa até hoje mostrou e é pela competência que temos tido que estamos a disputar a Taça da Liga. Nesse sentido, esperemos que seja mais um jogo que permita a nossa valorização. Temos consciência do grau de dificuldade e, com respeito e humildade, vamos tentar entrar em campo para ganhar”, explicou.

O capitão Joãozinho esteve igualmente presente na antevisão do encontro e apostou numa mensagem de tranquilidade para os colegas, assinalando que “basta um jogo correr menos bem para haver críticas” e que “jogar em Braga é sempre difícil”.

“Ainda não se conquistou nada. A única coisa que conseguimos controlar é a forma como vamos entrar em campo. Acredito que eles vão apresentar a melhor equipa e vai haver fases do jogo em que nos vão empurrar para trás”, alertou, assinalando que o Sporting de Braga “vale pelo coletivo” e que apresenta “uma proposta de jogo muito interessante” sob a orientação do treinador Carlos Carvalhal.

O desafio dos quartos de final da Taça da Liga entre o Sporting de Braga, quarto classificado da I Liga, e o Estoril Praia, líder da II Liga, está agendado para quinta-feira, às 20:15, no Estádio Municipal de Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.