O treinador do Penafiel, Lázaro Oliveira, considerou hoje “justo” o triunfo, 2-0, sobre o Vitória de Setúbal, admitindo que o resultado dá “outra confiança” para a segunda mão da segunda fase da Taça da Liga de futebol.
“Fomos extremamente eficazes, marcando na primeira vez que fomos à baliza adversária, mas o Setúbal, uma equipa de outro escalão, obrigou-nos a recuar. Vínhamos para a segunda parte com a intenção de recuarmos mais as linhas para jogarmos mais em contra-ataque, mas acabámos por chegar ao segundo golo”, disse Lázaro Oliveira.
“Isto foi apenas o primeiro ‘round’. O Setúbal era a equipa mais favorita, e não deixa de o ser, apesar de termos dois golos de vantagem. É claro que essa vantagem poderá dar-nos mais alguma confiança para esse jogo”, sublinhou.
O treinador do Vitória de Setúbal, Manuel Fernandes, confessou ter ficado “triste” com a entrada da equipa no jogo, apesar de acreditar ser possível reverter a situação no segundo encontro.
“O Penafiel fez golo na primeira vez que foi à nossa baliza e depois defendeu-se bem. Fiquei triste com a entrada inicial da minha equipa, muito apática e sem andamento. Isso foi-nos fatal. O Penafiel mereceu ganhar”, disse Manuel Fernandes.
“Não jogámos bem e o 2-0 é um resultado complicado, mas pensamos dar a volta ao resultado”, acrescentou o técnico setubalense, que enquanto treinador já subiu o Penafiel à Liga de futebol.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.