Após o empate a zero com a Académica, num jogo interrompido quarta-feira por quebra de energia, e concluido hoje, Portimonense, Académica e Beira-Mar ficaram em total igualdade no Grupo A (dois pontos e sem qualquer golo), determinando o regulamento que o vencedor é aquele que, na fase em questão, tenha utilizado o conjunto de jogadores com média de idades mais baixa.

Perante a iminência do empate no Estádio Municipal de Portimão, onde hoje se jogaram os últimos 39 minutos do encontro, o treinador da equipa algarvia, Litos, substituiu o guarda-redes Pedro Silva por Sapateiro, aos 91 minutos, baixando a média de idades para 24,556, contra 24,682 da Académica e 25,474 do Beira-Mar, de acordo com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Durante o encontro, o Portimonense, a equipa que mais oportunidades de golo criou ao longo do encontro, utilizou os três jogadores mais novos do plantel (Traoré, Bruninho e Sapateiro), mantendo a expectativa sobre a sua passagem à fase seguinte.

À semelhança do que aconteceu na quarta-feira à noite, o Portimonense esteve melhor que o seu adversário, tendo criado as melhores situações de golo e, por duas, vezes, desperdiçou "escandalosamente" o golo.

Aos 75 minutos, Ivanildo e Garavano, evidenciaram-se ao falhar, com a baliza completamente à sua mercê.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.