No final da partida diante do FC Porto, o treinador do GD Chaves, Vítor Campelos, elogiou a atitude da sua equipa ao longo de todo o jogo, lamentando a oportunidade falhada no primeiro tempo, e também a distração que levou aos dois golos dos dragões.

"Sabíamos que ia ser um jogo muito competitivo e bem disputado, porque o FC Porto é uma equipa muito agressiva e com muita qualidade. Entraram bem no jogo, creio que a meio da primeira parte equilibrámos e tivemos uma boa oportunidade. Ao intervalo falámos que tínhamos de ser mais nós próprios e ter mais bola, mas, em cinco minutos, houve ali alguma distração e o FC Porto acabou por fazer dois golos. A perder por 2-0, com a qualidade que o FC Porto tem, tornou-se difícil, mas grande atitude dos nossos jogadores até final. Não era este o resultado que queríamos, mas deu para alguns jogadores terem algum ritmo competitivo com um jogo de alto nível. Temos de aprender com os erros e melhorar", afirmou Campelos.

A derrota elimina quaisquer possibilidades da equipa transmontana em seguir em frente na Taça da Liga. Apesar de ter naturais ambições na prova, Vítor Campelos sublinhou que a grande prioridade do GD Chaves é mesmo o campeonato.

"Queríamos chegar o mais longe possível na Taça de Portugal, a Taça da Liga também é muito difícil, mas o nosso foco total é no campeonato", concluiu.

Já Paulo Vítor, guarda redes dos flavienses, também enfatizou a boa entrada da sua equipa no jogo, mas não deixou de referir o erro que levou ao primeiro golo portista.

"Entrámos bem, tivemos oportunidades, tal como o FC Porto, mas depois perdemos uma bola de maneira infantil e sofremos o primeiro golo", afirmou o guardião.

O guarda-redes lamentou a saída da equipa da Taça da Liga, mas não deixou de dar uma palavra de agradecimento aos adeptos que apoiaram os flavienses ao longo do jogo.

"O nosso objetivo era a qualificação nesta competição. Trabalhámos todos os dias em busca da evolução, crescimento, do melhor para a equipa e o clube. Agora, temos o jogo do Mafra e queremos terminar bem a Taça da Liga. Uma palavra de agradecimento para o apoio dos adeptos e vamos levantar a cabeça e continuar a nossa caminhada, que é sempre a mesma, ou seja, lutar pela vitória, pelos três pontos em cada jogo", rematou.

O GD Chaves recebe o Mafra na última ronda do grupo A da Taça da Liga, mas já sem qualquer possibilidade de qualificação. Os transmontanos têm apenas um ponto, e estão a três do líder FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.