Os adeptos, maioritariamente afectos à claque Máfia Vermelha, aguardaram ainda a saída dos jogadores e equipa técnica nos seus automóveis, pedindo satisfações pela pobre exibição e a presença de um elemento da direcção.

O defesa Laranjeiro e o treinador José Mota foram dois dos elementos que mereceram mais contestação, enquanto que o internacional sub-21 Tiago Cintra foi o único aplaudido.

A chegada da equipa matosinhense, às 19:30, foi protegida por cerca de 10 agentes da Polícia de Segurança Pública, que tiveram também de afastar os adeptos das viaturas de alguns dos jogadores que procuravam abandonar o local.

A derrota do Leixões frente ao Aliados de Lordelo, da II divisão, vem juntar-se aos maus resultados na Liga, onde a equipa soma três desaires consecutivos.

Os nortenhos estão no 15.º e penúltimo lugar, a par de Belenenses, Olhanense e Vitória de Setúbal, com oito pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.