Pedro Gómez Carmona, treinador do Estoril, optou por não se alongar nos comentários sobre a arbitragem do jogo com o Benfica, nomeadamente sobre o lance do segundo golo dos 'encarnados', já na parte final do encontro da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

"As imagens mostram que estava em fora de jogo, mas se tiver de falar dos árbitros todos os jogos dá muito trabalho. Prefiro falar da minha equipa", começou por dizer o técnico.

Neste âmbito, o técnico espanhol falou sobre a questão do vídeo-árbitro. "Se não falarmos dos árbitros, falamos de quê? Não há mais tema. A FIFA não quer pôr câmaras como no ténis para se ver logo se estava fora de jogo ou não, se errou ou não. Mas pronto, isso também tiraria a paixão. É o futebol, quem não gosta que… jogue ténis", disse.

O treinador espanhol acredita que a sua equipa poderá fazer a diferença no encontro da segunda mão, com o tempo de descanso necessário. "Se nos derem tempo para descansar, de certeza que vamos ser mais competitivos. Como hoje, nos primeiros 25 minutos. Se tivéssemos aguentado, o jogo não tinha acabado dois a um para eles. Continuamos a acreditar e achamos que podemos complicar-lhes a vida", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.