Depois de um empate caseiro no campeonato ante o Paços de Ferreira (1-1), o Vitória de Guimarães recebe, no domingo, o Torreense, da II divisão, nos oitavos de final da Taça de Portugal, para o qual o ponta-de-lança brasileiro garante máxima concentração.

“Esta é outra competição, outro tipo de jogo e, por ser um ‘mata-mata’, temos de jogar para vencer”, frisou numa conferência de imprensa no complexo vitoriano.

O facto de o adversário ser de uma divisão inferior não vai influenciar na atitude dos jogadores, garantiu: “Vamos entrar como em todos os outros jogos, como contra os ‘grandes’, a 100 por cento e a tentar a vitória, porque se facilitarmos podemos ser eliminados”. 

Edgar, de 23 anos, é mais uma voz do plantel vitoriano, depois do “capitão”, Flávio Meireles, e do treinador, Manuel Machado, a assumir o desejo de chegar longe na Taça de Portugal. 

“Desejamos chegar à final, mas, para isso, temos que vencer [o Torreense]. Esperemos que depois desta eliminatória fique mais claro esse sonho”, disse.

Diante dos pacenses, marcou o seu quinto golo no campeonato, ainda longe do líder dos goleadores, o portista Hulk, com 12 tentos, o que, porém, não o desmotiva no desejo de ser um dos melhores marcadores da temporada.

“Quero sempre fazer mais para ajudar a equipa e eu próprio almejo um pouco mais. Comecei o campeonato com o desejo de ser um dos melhores marcadores, estou à procura disso e vou fazendo os meus golos devagarinho”, disse.

O jogo entre o Vitória de Guimarães e o Torreense está marcado para as 16 horas de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.