Esta afluência invulgar de público resulta da soma dos 27 000 lugares anuais adquiridos pelos sócios portistas no início da época, aos 14 000 que já se venderam ao preço de um euro para os sócios do FC Porto e do Sertananse, e a dois euros para os não sócios, e aos 3000 bilhetes que foram distribuídos por escolas do Grande Porto e da Sertã, de onde virão ainda 1500 outros adeptos.

O objectivo, segundo o FC Porto, é transformar um jogo aparentemente pouco atractivo numa festa da Taça.

Os bilhetes que faltam vender oscilam entre um e quatro euros para sócios e dois e oito euros para não sócios.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.