O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, convidou esta segunda-feira o Presidente da República Cavaco Silva para assistir à final da Taça de Portugal, entre Benfica- Vitória Guimarães, no Estádio Nacional, no Jamor.

«A FPF teve o prazer de convidar o Presidente da República para estar presente na final da Taça de Portugal, subordinado à sua agenda, aceitou o convite. Tudo fará para acolher o convite que tivemos oportunidade para formalizar, nos próximos dias dará uma resposta definitiva, depois de analisar a sua agenda, muito carregada», disse Fernando Gomes, no final de uma audiência com Cavaco Silva, no Palácio de Belém.

Fernando Gomes, que foi acompanhado pelo “vice” Hermínio Loureiro e o presidente da Assembleia Gera, José Luis Arnaut, sublinhou que terá «muito gosto» em ter o «máximo representante da Nação» no jogo que se realizará a 26 de maio, entre Benfica e Vitória de Guimarães, com lotação esgotada no Jamor, cerca de 35 mil lugares.

O líder federativo recordou que os aspetos de segurança e as condições de comodidade foram uma «preocupação» da FPF quando foi tomada a decisão de «tudo fazer para que a final da Taça se mantivesse no mítico Estádio do Jamor» e, como tal, foi celebrado com o governo português um plano de melhoria para a envolvente, a três anos.

«Este é o primeiro ano. Algumas dessas questões que nos preocupavam a nível desportivo, como balneários, relvado, questão de segurança, acessibilidades, torniquetes, ou câmaras de vigilância [foram solucionadas].Parte significativa desses investimentos foram efetuados neste primeiro ano», sublinhou Fernando Gomes

O responsável acrescentou ainda que, embora «não estando as condições ideais para que o Estádio Nacional, pelas suas limitações, possa acolher uma final desta dimensão», foram dados «passos significativos para que muitos problemas que existiram no passado já estejam resolvidos nesta próxima edição da Taça».

Quanto ao facto dos bilhetes para a final do Jamor já estarem esgotados a cerca de 15 dias do acontecimento, Fernando Gomes não se mostrou surpreendido, explicando que se tratam de duas equipas «com grandes massas associativas», com «gosto especial pelo futebol».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.