O defesa esquerdo do Sporting de Braga Marcelo Goiano garantiu hoje que não admitiu a Kayembe ter feito falta para grande penalidade, quinta-feira, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal de futebol, diante do Rio Ave.

No final do jogo, o treinador dos vila-condenses, Pedro Martins, lamentou que o árbitro, Bruno Paixão, tivesse deixado por assinalar um penálti a favor do Rio Ave e acrescentou que Marcelo Goiano tinha dito a Kayembe ter cometido falta sobre o extremo belga.

"Até o [Marcelo] Goiano, vê-se pelas imagens, já reconheceu que fez penálti", afirmou na conferência de imprensa no final do encontro.

Numa entrevista rápida convocada hoje pelo Sporting de Braga, Marcelo Goiano desmentiu Pedro Martins.

"Lamento ter o meu nome envolvido nessa questão. Dá nitidamente para ver que ele [Kayembe] escorrega. Depois disse-lhe para não se deitar para o chão, ainda abanei a cabeça a dizer que não foi penálti e ele concordou comigo. Ele está cá há três anos, não sei se percebeu mal alguma coisa que eu disse. Também entendo o lado dele, é uma meia-final, todos estamos nervosos, entendo se ele percebeu mal alguma coisa", reforçou.

O Sporting de Braga venceu o Rio Ave por 1-0, com um golo de Pedro Santos, de grande penalidade, logo aos 07 minutos. A segunda mão realiza-se no início de março, em Vila do Conde.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.