Em conferência de imprensa, após a derrota por 4-0 frente ao actual detentor da Taça de Portugal, Joaquim Mendes confessa que a prematura expulsão de Renato, que cortou a bola com a mão na linha de golo, dificultou as tarefas do Sertanense.

“A equipa fez o que pôde, queríamos o golo de honra. Não somos loucos, sabíamos a dimensão do nosso oponente e apesar da derrota é necessário realçar a atitude dos nossos jogadores”, desabafou o técnico.

O técnico da equipa beirã chamou ainda a atenção para duas grandes penalidades que não foram assinaladas a favor do Sertanense e que poderiam ter sido decisivos no rumo do jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.