Depois de o FC Porto se ter insurgido contra a falta de condições do estádio Carlos Osório, reduto da equipa de Oliveira de Azeméis, o presidente do emblema confirma o cancelamento do encontro, por decisão de Bruno Paixão, e que será agendado para nova data

O relvado, que em situações de bom tempo não tem as condições necessárias para um encontro deste nível, apesar de a Federação de futebol ter dito ontem que estava “devidamente licenciado”, a chuva que cai na cidade prejudicou ainda mais as condições do terreno para a prática de futebol.

Esta foi a razão apontada para o adiamento do encontro entre Oliveirense e FC Porto.

José Godinho, presidente do Oliveirense, disse que o nome "FC Porto" pesou na decisão de adiar o encontro. Agora, os Dragões pediram que o jogo fosse marcado para o dia 6 de Janeiro mas o Oliveirense, devido à proximidade do jogo com o Portimonense, para a Liga Vitalis, não concorda com a data escolhida pelo FC Porto.

José Godinho referiu que "temos de encontrar uma solução em conjunto".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.