No lançamento da partida com o FC Porto, Jorge Jesus considera que o facto da eliminatória ser decidida a duas mãos é uma vantagem para o Sporting. O técnico explica, que assim dá tempo aos leões de poderem recuperar jogadores "determinantes" como Podence, Bas Dost e Gelson. O técnico disse ainda que a equipa está sempre preocupada com a solidez defensiva e não acredita que haja espaço a muito atrevimento de ambas as equipas na partida do Dragão.

"O segundo jogo passadas muitas semanas dá-me essa vantagem de podermos recuperar algumas lesões. Podence, Bas Dost e Gelson são determinantes. O facto de serem dois jogos a estratégia é diferente do que fosse só um jogo. Vou olhar para esse facto de uma maneira diferente. Nós estamos sempre preocupados com a solidez defensiva. Somos fortes nesse capitulo, normalmente é difícil fazer golos ao Sporting".

"Não acredito que haja espaço. São duas equipas que colocam intensidade nos duelos. O FC Porto cometeu 25 faltas [na partida frente ao SC Braga]. Isso é uma característica do FC Porto. Não podemos ser diferentes, sob pena de perdemos todos os duelos individuais".

Em relação à estratégia para marcar no Dragão, o técnico garante que as ideias não mudam pelo facto de faltar um ou outro elemento do plantel.

"As ideias não mudam pelo facto de não teres Gelson ou Bas Dost. Uma coisa é teres Doumbia. Outra coisa é teres Bruno Fernandes", acrescentou o técnico.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.