“Claro que todas as competições são para ganhar, mas na Taça é eliminatória a eliminatória. Antes disso não vale a pena fazer previsões. Claro que o objectivo é ganhar”, frisou o técnico encarnado, que hoje voltou às goleadas, ao vencer o Monsanto por 6-0.

Para Jesus não falhou nada neste encontro, disputado em Torres Novas, perante cerca de 9 mil espectadores, que proporcionaram casa cheia.

“Não houve problemas físicos, nem dentro nem fora das quatro linhas. Goleamos, mais uma vez. Na segunda parte fomos mais fortes. O Monsanto esteve bem na primeira meia hora, mostranto capacidade e frescura físicas e até conseguiu neutralizar-nos. Mas com o tempo foram dando mais espaços, mostrando fadiga, o que é normal, e pouco a pouco foram golos atrás de golos”, disse o treinador encarnado.

Para próximo adversário, Jorge Jesus não tem preferências, só sabe que não quer ser a surpresa da competição.
“Teoricamente as equipas mais fracas são aquelas que nos colocam mais problemas, mais dificuldades. De certeza que vai haver uma equipa surpresa e com toda a certeza não queremos ser nós”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.