O marcador do único golo do Limanos, no encontro de ontem, sábado, frente ao detentor do troféu FC Porto, sonha, como todos os jogadores de escalões mais baixos, jogar na I Liga.

Não foi só o golo que valeu a Pedro Tiba o titulo de melhor jogador da formação de Ponte de Lima, mas sim a forma como se comportou dentro do Dragão. Atrevido, insistente e rijo.

Pedro Miguel Amorim Pereira Silva, mais conhecido como Pedro Tiba, natural de Arcos de Valdevez, foi o médio que hegou a dar alguma dor de “cabeça” ao FC Porto, e não só ao guarda-redes Beto.

O golo apontado aos 67 minutos nasce de uma desatenção da defesa azul e branca, mas não tira brilho a um desempenho notável para um jogador da terceira divisão.

No final do encontro, Pedro Tiba falou com o Sapo Desporto e confessou que o balançar de redes do Estádio do Dragão foi “o melhor momento” da sua carreira.

“Não sabia se festejar porque nesse momento a equipa estava a perder por 3-1”, contou.

O jovem de 22 anos sonha em escalões mais altos e para isso promete “continuar a trabalhar”.

“Tenho de continuar a acreditar nas minhas capacidades. Acredito no meu valor para chegar a outro nível”, rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.