Oliveirense e FC Porto reúnem-se na Associação de Futebol de Aveiro, onde estará também presente a Associação de Futebol do Porto, para discutir a nova data para o encontro da quarta eliminatória da Taça de Portugal, adiado devido às más condições do relvado.

No próprio dia do jogo, os “dragões” avançaram com o dia 6 de Janeiro de 2010, mas essa data não agradou à Oliveirense, que uns dias antes tem uma deslocação ao Algarve, para defrontar o Portimonense, para a Liga Vitalis.

Sem consenso, as duas equipas acabaram por remeter para a federação de futebol uma decisão e, desde aí, não mais houve contactos entre ambas.

O presidente da Oliveirense, José Godinho, continua irredutível na sua posição de o jogo ter que se realizar no estádio Carlos Osório, apesar de todas as queixas à falta de condições de segurança e de infra-estruturas por parte dos tetracampeões. “O jogo terá de ser feito em nossa casa”, sublinhou.

No passado dia 21 de Novembro, o jogo entre Oliveirense e FC Porto, para a Taça de Portugal, foi adiado devido ao “lamaçal” em que se transformou o campo da equipa de Oliveira de Azeméis. O FC Porto já se tinha queixado que o estádio Carlos Osório não tinha condições de segurança e tinha, mesmo, devolvido os bilhetes reservados para os seus adeptos.

A federação respondeu, referindo que o estádio Carlos Osório estava licenciado e, como tal, possibilitado para receber um jogo da Taça de Portugal.

O mau tempo e a chuva torrencial que caiu acabaram por obrigar ao adiamento da partida, já que o terreno ficou um autêntico lamaçal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.