O árbitro Paulo Baptista foi nomeado para a final da Taça de Portugal, que opõe o Sporting e a Académica no domingo, no Estádio Nacional, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

«Já tinha sido quarto árbitro na época 2003/04, no entanto tenho de admitir que, desta vez, o sentimento de orgulho por estar na Final da Taça, no Jamor, é ainda maior. Não só pelo palco que é, onde já tantas equipas concretizaram os seus sonhos e foram felizes, mas sobretudo por ser o primeiro estádio onde apitei um jogo da Primeira Divisão, na altura entre o Belenenses e o Salgueiros», afirmou Paulo Baptista, citado pelo gabinete de comunicação da FPF.

Tendo a contabilidade como atividade profissional, o árbitro portalegrense admitiu que, regressar ao Jamor 16 anos depois «terá uma carga emocional muito grande».

«Sinto que é o reconhecer de uma longa carreira e de todo o meu percurso, é o reconhecimento das pessoas que nos dirigem e representa, obviamente, um enorme orgulho. Em termos de carreira, como a possibilidade de chegar à categoria de internacional já não se coloca, porque ultrapassei o limite de idade, esta nomeação representa um marco na minha carreira, um sonho realizado», afirmou.

Numa partida agendada para as 17h00 de domingo, Paulo Baptista será coadjuvado por José Ramalho (Porto) e Hernâni Fernandes (Setúbal), tendo Hugo Miguel (Lisboa) como quarto árbitro. O árbitro assistente de reserva será Tomás Santos (Braga).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.