O treinador do Sporting de Braga prometeu hoje uma equipa ambiciosa para o jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal em futebol, a disputar na quinta-feira, frente ao Rio Ave.

Será o terceiro jogo entre as duas equipas no espaço de 11 dias, tendo os minhotos goleado (5-1) em casa no primeiro, para o campeonato, e empatado fora no segundo, resultado que lhes garantiu o acesso às meias-finais da Taça da Liga.

"Esta é uma competição diferente, uma eliminatória a duas mãos, mas não estarei a exagerar se disser que poderá ser um dos jogos mais importantes da época até ao momento para nós e para o Rio Ave", afirmou Paulo Fonseca.

Para o jogo de quinta-feira, "um bom resultado seria vencer pelo maior número de golos de diferença e não sofrer golos", o que "pode ser decisivo nesta eliminatória".

"Vamos ter um jogo difícil perante uma boa equipa, que percebe que tem ainda outro jogo, ainda por cima em casa. O Braga vai fazer o que tem feito sempre: ter a iniciativa do jogo, jogar o mais próximo possível da baliza adversária e impedir saídas perigosas para o contra-ataque de uma equipa que é exímia nisso", disse.

Prometeu uma equipa ambiciosa e motivada, lembrando que os jogos entre Braga e Rio Ave "começam a ficar carregados de emoção" pelas várias partidas disputadas entre as duas equipas nas últimas épocas.

O Sporting de Braga foi finalista da prova na época passada, tendo perdido no desempate por grandes penalidades com o Sporting, depois de ter estado a vencer por 2-0, e Paulo Fonseca realçou a vontade de voltar ao Jamor esta época.

"Pretendemos vencer, sem sofrer golos, e realizar um bom jogo contra uma equipa de qualidade, com jogadores experientes, que já lidaram com este momento, mas deste lado vamos ter uma equipa ambiciosa, que não quer desperdiçar a oportunidade de estar mais uma vez na final da Taça de Portugal", afirmou.

Os minhotos queixaram-se das arbitragens dos dois últimos jogos, com o Rio Ave, para a Taça da Liga, e com o Boavista, da última jornada do campeonato, mas Paulo Fonseca, apesar de notar que "algo de estranho se passou", o que "gera alguma apreensão", mostrou-se "tranquilo" com a nomeação de Bruno Paixão, um "árbitro bom e experiente".

Rafa foi alvo de cobiça no mercado de inverno, mas ficou em Braga, notícia que satisfez o técnico.

"O Braga já demonstrou que não está dependente de nenhum jogador, antes do coletivo, mas a importância do Rafa no Braga é enorme e, se o tivesse perdido, naturalmente não teria ficado satisfeito. São sempre momentos de decisões difíceis, mas, como já tinha dito antes, o presidente tinha-me tranquilizado quanto a essa situação. O Rafa vai continuar focado a 100 por cento nos objetivos do Braga, não tenho a mínima dúvida", disse.

Sporting de Braga e Rio Ave defrontam-se às 20h00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por Bruno Paixão, de Setúbal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.