Pedro Martins fez hoje a antevisão do embate com o Braga para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, reiterando a enorme vontade do Rio Ave em chegar À final no Jamor.

Na conferência de imprensa de lançamento do jogo, o treinador dos vila-condenses aponta ao ataque frente aos arsenalistas. "Temos um grupo de trabalho muito forte, que nos permite sonhar alto e que nos dá todas as garantias. A nossa prioridade nesta partida não é não sofrer, mas sim marcar. Seja 1-0, 2-0, nos penalties… Queremos é chegar ao Jamor", afirmou.

Em relação à partida agendada para esta quarta-feira, o treinador do Rio Ave pede "que não haja casos" de arbitragem. "Na primeira mão negaram-nos uma grande penalidade que, se calhar, permitiria estar agora a pensar noutra estratégia", frisou.

Já sobre a sua expectativa da postura do Braga, Pedro Martins não se alongou em comentários. "Uma equipa fiel à sua identidade, aos seus princípios e ao estilo de jogo que é normal e muito apregoa o Paulo Fonseca", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.