O treinador do Paços de Ferreira prometeu hoje uma equipa a dar tudo para vencer o Sporting e manter vivo “o sonho” na Taça de Portugal de futebol, em jogo da quarta eliminatória, em Alvalade, na sexta-feira.

"É o ‘mata-mata', num palco tremendo, contra uma equipa muito completa, que dispensa apresentações, que está em primeiro e vem de uma série de resultados positivos, mas queremos passar a eliminatória e eliminá-los amanhã [sexta-feira]", disse Pepa, em conferência de imprensa.

O técnico pacense quer fazer mais do que no último jogo entre as duas equipas, em que o Sporting venceu para o campeonato, na Capital do Móvel, por 2-0, em 27 de setembro, sem complexos pela derrota com o Benfica, no último encontro (2-1), mas com cuidados especiais na gestão física dos jogadores.

"A derrota não mexeu com nada. Foi no último lance da partida e, mais do que nos agarrarmos a algo negativo, devemos agarrar-nos ao que tentamos fazer, que foi discutir o jogo. Agora a prioridade é o campeonato e temos de ter muito cuidado com a gestão dos jogadores. Estamos a falar de viagens, vamos outra vez para Lisboa e o desgaste é tremendo. Mas não vamos abdicar do sonho, o Paços já esteve numa final", sublinhou.

Pepa desdramatizou um eventual insucesso, reiterando a ambição da equipa em todas as competições.

Além do sexto lugar na I Liga, o Paços disputa a Taça de Portugal e vai também discutir a presença na fase final da Taça da Liga, frente ao FC Porto, no Dragão, na próxima quarta-feira, e, por isso, o técnico admitiu fazer alterações no ‘onze' a pensar na saúde do plantel.

"Podemos apresentar um ‘onze' diferente do último jogo. Quando viemos de Lisboa, chegámos depois das quatro da manhã e foi difícil dormir nessa noite. Temos um plantel que nos dá garantias. O terceiro jogo [frente ao FC Porto, para a Taça da Liga] é o que mais preocupação nos causa e está breve, é já na quarta. A equipa que entrar amanhã [sexta-feira] será neste momento a mais forte", afirmou.

O Sporting vai a jogo sem o treinador Rúben Amorim e o médio Pedro Gonçalves, melhor marcador do campeonato, com 10 golos, ambos por castigo. Pepa lamentou as ausências, mas recusou a perspetiva de um adversário fragilizado.

"Gostava de defrontar os adversários na máxima força, mas as coisas estão muito más se o Sporting ficar fragilizado por um jogador, quando tem feito um início de campeonato fantástico, com muitos golos. E não é só o ‘Pote’ [Pedro Gonçalves], é a estrutura, a dinâmica, são todos. Falha o ‘Pote’, como vão falhar dois ou três do Paços. O importante é que há qualidade para assistirmos amanhã [sexta-feira] a um grande jogo, ente duas equipas que vão procurar a baliza adversaria desde os primeiros minutos", concluiu.

O jogo entre o Paços de Ferreira e o Sporting, da quarta eliminatória da Taça de Portugal, realiza-se na sexta-feira, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, a partir das 21:15.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.