Ao contrário do outro jogo do Boavista com o FC Porto, do passado domingo, em que os axadrezados foram goleados, Erwin Sánchez mostrou-se muito satisfeito com a atitude dos seus jogadores no jogo da Taça de Portugal.

“A atitude que a equipa teve hoje é aquela que queremos. Fomos uma equipa compacta, agressiva no bom sentido, tanto com bola como na recuperação. Tinha dito que na taça tudo pode acontecer e ficámos a um bocadinho de surpreender o FC Porto. Ficámos a um penálti”, começou por dizer o treinador do Boavista, referido-se à grande penalidade falhada aos 94 minutos.

“Fomos uma equipa à Boavista, os adeptos puxaram muito e os jogadores sentiram-se melhor dentro de campo”, realçou.

O FC Porto venceu, esta quarta-feira, o Boavista por 1-0 e segue para as meias-finais da Taça de Portugal. Brahimi marcou o único golo da partida, marcada pelos ânimos exaltados entre os jogadores das duas equipas e pela defesa de Helton na conversão de uma grande penalidade em tempo de compensação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.